O técnico da Seleção Brasileira Oswaldo Alvarez está mais uma vez entre os 10 indicados pela Fifa para concorrer ao prêmio de melhor treinador de futebol feminino da temporada 2017/2018. Em 2016, ele também foi indicado e conquistou a 6a colocação. Ao lado dele, Marta também representa ao Brasil entre as atletas da modalidade.

Desde que reassumiu o comando da Seleção Brasileira em setembro de 2017, o Brasil foi campeão da Copa América em uma campanha invicta, garantiu a vaga para o Mundial de 2019 e para as Olimpíadas de 2020, além de subir uma posição no ranking da Fifa. “Estou muito contente, mas confesso que novamente fui surpreendido. Não esperava, principalmente porque reassumi a Seleção faz pouco tempo, mas acho que assumi exatamente no período em que eles avaliam e, como os resultados foram muito positivos, acabei sendo indicado. Então foi muito bom porque houve o reconhecimento do trabalho e com certeza é um oxigênio a mais para levarmos o futebol feminino a sério no país”, comentou Vadão.

O treinador ainda comemorou a indicação de Marta entre as atletas e lamentou a ausência de Tite e Neymar, na lista do futebol masculino. “Fiquei muito feliz também pela Marta. Somos nós dois representando o Brasil. Uma pena que o Tite e o Neymar não foram indicados pelo futebol masculino”.

A lista dos 10 nomes foi definida por votação entre especialistas do futebol no mundo todo. A votação do público se encerra no dia 10 de agosto.

Para votar em Vadão, clique aqui.  Vote também na Marta por aqui.

Os três finalistas serão conhecidos em setembro.

Os comentários estão encerrados.