O técnico Oswaldo Alvarez comemorou a segunda vitória da Seleção Brasileira na Copa América, na noite deste sábado contra o Equador, mas não ficou satisfeito com a postura das atletas no primeiro tempo da partida.

Apesar do placar de 8 a 0 – os gols foram marcados por Cristiane (2), Bia Zaneratto (2), Andressinha, Formiga, Rafaelle e Debinha -, o treinador alertou sobre a desaceleração nos últimos 15 minutos da primeira etapa. “A equipe jogou muito bem, mesmo com a marcação forte do adversário no primeiro tempo. Mas, faltando uns 15 minutos, a gente desacelerou demais e essa foi uma parte que eu não gostei do jogo. Eu conversei com as atletas no intervalo e alertei para isso. Nos desaceleramos como se o jogo já estivesse ganho. Quando voltamos para o segundo tempo retomamos a marcação e impusemos o nosso ritmo”.

Depois do puxão de orelha, Vadão elogiou as atletas que conseguiram aplicar de maneira eficaz tudo o que foi trabalhado nos treinos. “No segundo tempo tivemos um bom volume de jogo, mantivemos o ritmo da pressão, trocando passes rápidos. Quando os espaços apareceram conseguimos concluir bem. Tivemos um número grande de finalizações e o placar acabou sendo elástico. Fizemos tudo aquilo que a gente tem treinado, marcamos pressão e foi muito produtivo, nesse sentido”.

A Seleção Brasileira descansa na próxima rodada e volta a campo no dia 11 de abril, quarta-feira, quando enfrenta a Venezuela, às 19h, no estádio Sanchez Rumoroso, em Coquimbo.

 

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)