O técnico Oswaldo Alvarez lamentou a decisão de Kaká de encerrar sua carreira aos 35 anos. O anúncio foi feito neste domingo, no programa Esporte Espetacular, quando revelou também que irá se dedicar aos estudos para ocupar um cargo de gestão no futebol.

Vadão relembrou o início da carreira do jogador e ressaltou sua postura fora de campo. “Quando eu o conheci, Kaká era um garoto. Tive a sorte de estar no lugar certo, na hora certa e foi comigo que ele jogou pela primeira vez em um time profissional. É obvio que temos que ressaltar a parte técnica. Ele foi um grande jogador, acumula títulos importantes e foi eleito o melhor do mundo. Mas, além de tudo isso, ele ainda é uma referência fora de campo. E nós estamos carentes de ídolos assim no Brasil. Ele sempre teve uma postura muito digna”, comentou o treinador que, apesar de respeitar, lamenta a decisão. “É uma pena que ele tenha resolvido parar. Ele ainda tem condições de jogar, mas cada um sabe seu momento certo e nós temos que respeitar”.

(Foto: Imagens TV Globo)