A frente da Seleção Brasileira de Futebol Feminino por dois anos e meio, o técnico Oswaldo Alvarez conquistou alguns títulos e, nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, encantou o Brasil e o mundo com o futebol apresentado. O reconhecimento não poderia ter sido melhor. Vadão figura entre os 10 finalistas do Prêmio Fifa de melhor treinador de futebol feminino de 2016.

O anuncio oficial foi feito na manhã desta terça-feira. Ao lado dele, estão Philippe Bergeroo (Seleção Francesa), Jill Ellis (Seleção Americana), John Herdman (Seleção Canadense), Silvia Neid (Seleção Alemã), Vera Pauw (Seleção Sul-africana), Gérard Prêcheur (Lyon), Pia Sundhage (Seleção Sueca), Martina Voss-Tecklenburg (Seleção Suíça) e Thomas Wörle (Bayern de Munique).

Surpreso, o treinador comemorou a indicação. “Foi uma surpresa muito grande. No Brasil estamos acostumados a avaliar um trabalho sempre pelo resultado, não pelo desempenho, pela performance. Então foi uma noticia inesperada, mas muito agradável. Só de ter sido selecionado entre os 10 já é uma glória, principalmente porque não atingimos nosso objetivo principal que era o ouro olímpico. Ainda estou em choque com a notícia”.

A votação aberta ao público será entre os dias 04 e 22 de novembro, no site da Fifa.

 

 

(Foto: Sandro Pereira)