O ano de 2015 foi marcante tanto para o técnico Oswaldo Alvarez, quanto para a seleção brasileira de futebol feminino. Foi neste ano que, pela primeira vez, foi implantada a seleção permanente. Também teve a conquista do Ouro no Pan e o hexacampeonato no Torneio Internacional, com 100% de aproveitamento.

No total, foram disputados 17 jogos oficiais: Algarve Cup, Copa do Mundo, Pan Americano e Torneio Internacional. Destes, sob o comando de Vadão, a seleção brasileira venceu 14, empatou um e perdeu dois. Foram 53 gols marcados – média de 3,11 gols por partida -, e 10 gols sofridos, média de 0,58.

De acordo com o treinador, a implementação da seleção permanente garantiu a evolução da equipe durante este ano. “Foi um ano muito positivo para nós. E os resultados são frutos do trabalho que estamos desenvolvendo desde o início. O fato de a CBF ter apoiado e investido no projeto da seleção permanente foi essencial para a evolução tática e física da equipe. Tivemos um calendário cheio. Então pudemos treinar e também jogar muito”.

Dos seis torneios que disputou desde que assumiu a seleção – Copa América e Torneio Internacional em 2015; Algarve Cup, Mundial, Pan Americano e Torneio Internacional em 2015 -, Vadão venceu quatro. Ouro na Copa América e no Pan e bicampeão do Torneio Internacional.

 

(Foto: Rafael Ribeiro/CBF)