Em um jogo eletrizante, a Seleção Brasileira, comandada pelo técnico Oswaldo Alvarez, quebrou um tabu de sete anos e, de virada, venceu as norte-americanas. Em 36 confrontos entre as duas seleções, esta é a quarta vitória brasileira. O resultado garantiu, antecipadamente, a classificação para a final do Torneio Internacional de Brasília.

Para Vadão, o time teve uma bela atuação, apesar dos dois gols sofridos logo no início e afirmou que no vestiário, foi preciso apenas passar confiança e mostrar que, com pequenos ajustes, era possível vencer. “Tem que enaltecer o trabalho delas, porque a gente não treinou com esta equipe que está disputando o torneio. Elas se superaram para atingir o melhor entrosamento dentro do jogo, conversando, se sacrificando, superando a falta de treino, de entrosamento tático, através da união e da determinação, sob a orientação das mais experientes”.

Com seis pontos e cinco gols de saldo, o Brasil é o líder do quadrangular. O próximo compromisso é contra a China nesta quarta-feira, 21h50, pela última rodada da fase classificatória. As adversárias precisam de um empate para enfrentar o Brasil na final.

 

(Foto: Rafael Ribeiro/CBF)