O técnico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, Oswaldo Alvarez, participou nesta segunda-feira, do lançamento do Campeonato Brasileiro Feminino, na capital paulista. Além do treinador, compareceram ao evento o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, a ministra-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, a coordenadora-geral de Futebol Feminino do ME, Michael Jackson, o vice-presidente da Caixa, Fábio Ferreira Cleto e o diretor de Competições da Confederação Brasileira de Futebol, Virgílio Elísio da Costa Neto.

Durante o evento, muito se conversou sobre as dificuldades que a modalidade enfrenta no país e sobre o planejamento futuro das seleções de base e da principal. Vadão aproveitou o momento para pedir mais uma vez que o preconceito seja deixado de lado e fez um apelo às autoridades. “Acho que o mais importante é incentivar o futebol feminino nas escolas e universidades. É preciso que as autoridades publicas, governadores, prefeitos, enfim, estimulem o futebol feminino. Temos pouquíssimas atletas em atividade, se comparado com países como Canadá e Estados Unidos. No cenário atual, nossa reposição é muito lenta o que dificulta disputar os campeonatos de alto rendimento”.

A Seleção Brasileira Feminina viaja nesta terça-feira para o Equador, onde disputará a Copa América de 12 a 28 de setembro. A estreia do Brasil será dia 12 contra a Bolívia, às 19h10 (21h10 de Brasília), no Estádio Reina del Cisne, na cidade de Loja.

(Foto: Eduardo Pontes)